quarta-feira, abril 01, 2009

Por que Paulo resolveu plantar uma igreja em Corinto?

Paulo era um missionário estrategista. Ele escolhia as cidades para as quais se dirigia com muito critério e cuidado. Corinto era uma as maiores e mais importantes cidades do mundo como também Roma Éfeso e Alexandria. Por que Paulo escolheu Corinto? Por que ele permaneceu dezoito meses nessa cidade? Eis abaixo algumas questões porque Paulo resolveu plantar uma igreja nesta cidade.

 Razão geográfica

Corinto era uma cidade grega, de grande importância. Ela ficava bem próxima de Atenas, a grande capital da Grécia, e a capital intelectual do mundo. Corinto era uma cidade banhada por dois mares, o mar Egeu e o mar Jônico. Em Corinto ficava um dos mais importantes portos da época, o ponto de Cencréia. Portanto, a cidade de Corinto era cosmopolita. O mundo inteiro dentro dela. Evangelizar Corinto era um plano estratégico, pois o evangelho a partir de Corinto poderia se espalhar e alcançar o mundo inteiro. Essa foi um das razões pó que Paulo se concentrou nessa cidade.

A Razão Social

Corinto era uma grande e importante cidade. A maior parte do comércio entre o Oriente e o Ocidente do Mediterrâneo optava por passar por Corinto. Também era uma cidade florescente com respeito à cultura.

A cidade fora destruída e totalmente arrasada pelos romanos no ano de 146 a.C. e somente por volta do ano 46 a.C. é que César Augusto a reconstruiu. Quando Paulo chegou a Corinto, ela já era uma cidade nova. Paulo entendeu que o florescimento da cidade favorecia a semeadura do evangelho e pavimentava o caminho para a plantação de uma nova igreja.

 A Razão Cultural

 Corinto era uma das cidades mais importantes do mundo, naquela época, e isso por 3 razões:

 Pelo seu comércio

 Corinto era uma cidade marítima tinha um porto, e, naquela época, era uma rota comercial importante e o comércio do mundo passava por ali. Isso foi visto por Paulo como uma porta aberta para a pregação. Plantar uma igreja em Corinto era abrir janelas de evangelização para o mundo.

 Pela sua tradição esportiva

 Corinto era, também, uma cidade importantíssima na área dos esportes. A prática dos jogos ístmicos de Corinto só era superada pelos jogos olímpicos de Atenas. Corinto era uma cidade que atraía gente do mundo inteiro para a prática esportiva.

 Pela sua abertura a novas idéias

 Corinto era uma cidade altamente intelectual. O principal hobby da cidade era ir para as praças e ouvir os grandes filósofos e pensadores exporem suas idéias. Era uma cidade que transpirava cultura e conhecimento. Paulo entendia que o evangelho poderia chegar ali e mudar a cosmovisão da cidade..

 A Razão Moral

 Embora Corinto fosse uma cidade acentuadamente intelectual, era ao mesmo tempo profundamente depravada moralmente. Talvez, Corinto tenha ganhado a fama de ser uma das cidades mais depravadas da história antiga. A palavra korinthiazesthai,  viver como um coríntio, chegou a ser parte do idioma grego, e significava viver bêbado e na corrupção moral.

A cidade de Corinto era corrompida por algumas razões:

A prostituição. Naquela cidade, a deusa Afrodite era adorada e tinha o seu templo sede na Acrópole, uma montanha com mais de 560 metros de altura, na parte mais alta da cidade. Afrodite era considerada a deusa do amor. Mil sacerdotisas trabalhavam com prostitutas cultuais nesse templo de Afrodite. “Milhares de coríntios adoravam seus deuses ‘visitando” essas “sacerdotisas” 

O homossexualismo. Corinto era uma cidade onde ficavam os principais monumentos de Apolo. A adoração a Apolo induzia a juventude de Corinto bem como a juventude grega em geral a se entregar ao homossexualismo. Talvez Corinto fosse o centro homossexual do mundo na época. Muitos membros da igreja de Corinto, antes da sua conversão, tinham vivido na prática do homossexualismo (1Co 6.9-11)

 A Carnalidade. Havia na igreja de Corinto divisões e práticas sexuais desregradas. A igreja de Corinto era uma igreja infantil e carnal.

 5.   A Razão Espiritual

 Corinto era uma cidade com muitos deuses e muitos ídolos. Até hoje, quando se visita Corinto, pode se visualizar enormes estátuas e monumentos que foram dedicados aos deuses. Por ver a cidade perdida no cipoal de uma infinidade de deuses, Paulo entendeu que estavam precisando do Deus verdadeiro.


Fonte: 1 Coríntios - Como resolver conflitos na igreja - Hernades Dias Lopes

30 comentários:

  1. Excelente este estudo,realmente aprendi muito,q Deus continue a abençoar seus servos p o ensino de sua palavra.O GLÓRIA

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Leonardo, que Deus te abençoe. Continue conosco.

    ResponderExcluir
  3. show de bola... maneirríssimo?!
    Deus te abençoe....

    ResponderExcluir
  4. JARBAS BRAZ CORINTO18 de dezembro de 2009 15:32

    Gostei muito, pois é uma história muito antiga. Além do mais, meu sobrenome é Corinto.

    JARBAS BRAZ CORINTO
    CATALÃO - GOIÁS

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante, gostei. Graça e Paz...

    ResponderExcluir
  6. Este comentário ajuda muito a professores da escola dominical,principalmente quando se trata
    do começo da caminhada da Igreja na atual dispensação
    gostei!
    02/01 /10
    Elias

    Vila Velha ES.

    ResponderExcluir
  7. com certeza acrescentara enriquecendo a escola dominical que e sobre ll corintios,que Deus continue te abençoando.
    Sergio dias da silva BH MINAS

    ResponderExcluir
  8. uma matéria belissima que sem dúvida ajudará muito aos professores da escola domincal, que se entereça pelo seus aluno.

    ResponderExcluir
  9. uma matéria belissima que sem dúvida ajudará muito aos professores da escola domincal, que se entereça pelo seus alunos, assim como eu, que sou aluno e me enteresso, se meu professor não se enteressar vai dever.(WALCY BATISTA AVELINO).

    ResponderExcluir
  10. parabens meu irmao, deixo para ti:"A sabedoria é a coisa principal; adquire pois a sabedoria, emprega tudo o que possuis na aquisição de entendimento." PV 4:7 Fica na Paz de Jesus

    ResponderExcluir
  11. Vivendo e aprendendo. PAULO sensacional estrategista.

    ResponderExcluir
  12. Que Deus seja contigo cada vez mais ,enriquecedor , uma ferramenta adicional para professores da EBD. Obrigada! a Deus td honra.
    Deise
    Marataizes ES 27/07/2010

    ResponderExcluir
  13. Irmã Deise,
    Muito obrigado e continue nos acompanhando.
    Em Cristo

    Eduardo Sousa

    ResponderExcluir
  14. gostei muito que Deus te abençoe .

    ResponderExcluir
  15. gostei muito estava precisando desse material,graça e paz ...

    ResponderExcluir
  16. showww DEUS abençoe e pensar q muitas igrejas se baseiam em corinto

    ResponderExcluir
  17. Graça e paz!

    Estou chegando agora por aqui, mas gostei muito. É interessante o estudo, pois na EBD da minha igreja estamos estudando exatamente o que Paulo fez em Corinto.

    ResponderExcluir
  18. Cris,
    Obrigado pela visita, volte sempre e que Deus lhe abençoe.
    Eduardo Sousa

    ResponderExcluir
  19. Que Deus continue abençoando ricamente os autores desse site, que oferecem esse conteúdo tão rico para todos!!!

    ResponderExcluir
  20. Caro Eduardo,gostaria de propor uma leitura diferenciada das viagens paulinas. Não me parece, pois não há nada de explicito no Novo Testamento, que comprove que Paulo era um estrategista, escolhendo criteriosamente as cidades para o evangelismo como você propõe aqui. Na verdade, o que e ralatado em atos 18 é que Paulo encontrou uma condição de oportunidade entre Áquila e Priscila para esperar passar a perseguição romana e desta forma encontra a oportunidade de pregar o Evangelho. Não me parece que Paulo escolhia as cidades, mas Deus é quem o direcionava de forma misteriosa. É isto que afirma Atos 18.10, onde Paulo suspirando ameaças,no verso 6 quer ir embora, e no 10 é confortado por Deus a ficar. Dizer que Paulo era um estrategista que escolhia as cidades é reduzir sua missão a uma mera condição da sabedoria humana, fazendo de Paulo um modelo Axiomático da missão. Dizer que Paulo era um servo que obedecia a visão celestial (At 26.19), é dar toda glória a Deus e nos torna mais próximo da realidade missionária. Desafio a você reconsiderar em suas leituras das missões paulinas, que o acaso, a provisão, a mão divina de Deus é quem escolhia as cidades onde Paulo evangelizava.

    Grande Abraço, Naquele quem nos escolhe para primeiro conhecê-lo, depois servilo em amor.

    ERICK MORAES.
    erick_frauns@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou Beatriz, tenho 15 anos e sou CRISTÃ.
      Irmão Erick, só um comentário.
      Se vc n acredita então, não faça as outras pessoas se confundirem com a verdade, n deixe ser um vaso instruidoo por satanás, creia meu irmão. Se vc tem tantos desafios, vá ler a biblia e quando vc VIRAR um CRENTE e um CRISTÃO de verdade vc sim, poderá falar da palavra de Deus.
      Pois nãoo existe outra resposta ou outra opção sem ser a que DEUS nos dá, então meu irmão leia a palavra de Deus se tente a segui-lá não sendo um hipócrita, nem como os escribas e fariseus, mais sim tentando ser como Cristo'.
      Fique na Paz do Senhor Jesus Cristo.
      Deus abençoi a todos vocês.

      Excluir
    2. Querida irmã Beatriz, acho que você teve preguiça de ler o que eu escrevi. Creio no Senhor Jesus, tanto a ponto de render glória a ele na questão da missão Paulina. Sou professor de Novo Testamento, e leio a Bíblia assim como você. O artigo do irmão é muito bom, não estou desmerecendo, apenas fiz o convite para uma reconsideração sobre um ponto. Sei que Hernandes Dias Lopes em seu Livro "Pregação Expositiva" faz menção do que irmão citou acima - de que Paulo era um estrategista. Atos dos Apóstolos deveria se chamar Atos do Espírito Santo de Deus. Pois é a descrição da continuação do ministério de Jesus. Paulo teve as grandes virtudes que o fizeram singular, mas na narrativa de Lucas, não parece que era Paulo quem detinha o controle, mas podemos ver o Espírito Santo agindo no naufrágio, nas tempestades, nas perseguições, nas curas, nas prisões, etc. Desta forma, não vejo Paulo como um Grande Estrategista, mas como alguém que foi fiel a visão celestial que recebera. Beatriz, cuidado em afirmar que alguém é instruído por satanás. Vejo que a dificuldade de interpretação de texto aqui foi o próprio diabo e quem tiver bom humor para entender o que quero
      dizer que ria...

      Excluir
  21. Concordo com a posição do irmão Érick quando se refere ao direcionamento direto que Paulo recebia do Senhor. Percebo zelo e responsabilidade em seus comentários. Mas não poderia deixar de felicitar o nosso amado irmão Eduardo Sousa, pelo belíssimo estudo e endoraja-lo a contribuir mais e mais para a boa intrução do povo de Deus, pois este povo está sedento.
    Paz!
    sergiosouzanascimento@bol.com.br

    ResponderExcluir
  22. muito bom esse estudo caro irmão eduardo sousa,parabéns
    que o nosso senhor jesus cristo continui lhe abençoando.

    ResponderExcluir
  23. eu amei este estudo e creio q o senhor agil dando sim sabedoria a paulo pra que ele escolhece estrategicamente sim um bom lugar pra se propagar o evangelgo genuino d de deus.pqdeus é sabio em todasa suas atitudese açoes obrigado irmão eduaro sousadeus abençoe cada dia masi é creia q o senhor irá ti usarainda mais pra nos abençoar com estes estudos abemçoadores.alex

    ResponderExcluir
  24. DEUS ESCOLHEU SOBERANAMENTE O APOSTOLO PAULO COMO ESTRATEGISTA PARA EVANGELIZAR OS GENTIOS,PORQUE SE ESCOLHESSE QUALQUER OUTRO APÓSTOLO PODERIA OCORRER O MESMO QUE OCORREU COM O APÓSTOLO PEDRO, O QUAL PRECISOU SER RIGOROSAMENTE REPREENDIDO PELO APOSTOLO PAULO, POR CAUSA DO EXCLUSIVISMO DO JUDAÍSMO QUE AINDA ESTAVA IMPREGNADO EM SUA RELIGIOSIDADE.

    ResponderExcluir
  25. Olá, a paz do Senhor.

    Gostei muito do estudo, mas queria saber se não tinha como localizar essa informaçoes sobre a cidade de Corinto na biblia, referencias como capitulos e versiculos.

    Que o Senhor continue abençoando v6!!

    ResponderExcluir
  26. que coisa linda saber nunca e demais sou pregadora e preciso aprender cada dia mais deus abençoe muito e de mais e mais sabedoria ao irmão para passar para nos que temos a nobre missão de ensinar a santa e bendita palavra de deus. diaconisa e coordenadora de oração carmem da conceiçao antonio p fluminense.sl 46.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário.